Atualmente os preços estão cada vez mais caros e com isso o poder de compra da população cada vez mais baixo. A maioria das pessoas com carteira assinada no Brasil recebem um salário-mínimo. Levando em conta uma família de três pessoas onde são dois adultos que recebem e uma criança o ganho mensal de dois salários-mínimos, um para cada, muitas vezes não é um valor suficiente para se manter.

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEES) calcula todos os meses o valor ideal para que um trabalhador e sua família consigam suprir suas necessidades como alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, transporte, higiene e lazer. Esse cálculo é feito com base na cesta básica mais cara do país e a partir daí é analisado qual o valor necessário para que as famílias passem o mês.

Mensalmente os gastos de uma pessoa podem ser altíssimos e quando se fala em gastos de uma família com crianças esse gasto fica muito maior. As necessidades do mês ficam bem maiores e ainda existem os gastos com educação e entre outras coisas que crianças demandam.

Principais gastos de uma família

Alimentação

A alimentação é algo básico e extremamente necessário a todo mundo. A feira do mês é algo praticado por muitas famílias que todo início de mês vão ate os mercados e compram os itens necessários para passarem os próximos dias até receber novamente, outras famílias acabam comprando aos poucos a medida que os itens vão acabando. Em ambos os casos todas as vezes que vão ao mercado asa pessoas levam um susto com os preços. Comida que é algo tão necessário está tendo um aumento extremamente significativo e em cada ida ao mercado a quantidade de itens comprados é menor.

Moradia

Quando se possui casa própria a preocupação não é tanta, mas quando a casa é alugada é mais um gasto fixo que as famílias devem se preocupar. Fora o aluguel ainda existem contas recorrentes como água, luz e internet que todos os meses demandam de uma boa parte do salário.

Educação

A educação é um direito básico a todos os brasileiros, mas nem sempre a educação pública é satisfatória e adequada, varia muito de escola para escola, e em busca de uma boa educação para seus filhos muitas famílias correm atrás de uma escola particular para realizar a matricula de seus filhos e essa busca é um grande desafio porque a educação anda cada vez mais cara onde escolas para ensino fundamental chegam a valores maiores que um salário mínimo.

Fora esses gastos ainda existem muitos outros que o salário não acompanha. No ano de 2019 uma pesquisa divulgou que o salário ideal para se manter no Brasil era em torno de 4 mil reais devido aos altíssimos valores que a população enfrenta, mas em pleno 2021 o valor do salário-mínimo não chega nem na metade do recomendado a dois anos atrás, deixando assim o Brasil como um dos países que tem um dos salários mais baixos do mundo.